Claro que as mulheres também vão gostar deles: os livros desta lista ajudam você a entender melhor a si mesmo (e a compreender melhor o mundo, claro)

Em julho de 2010, às vésperas de mais uma Festa Literária de Paraty, a revista VIP compilou uma lista de livros para “homens”. Editei esse matéria na época – e agora consegui recuperar uma edição do meu baú. A lista original tem 50 livros, escolhidos pelos editores da publicação (Renato Krausz, Marcelo Orozco e eu), mas eu resolvi selecionar os meus 10 favoritos (até porque, sendo um dono de sebo, sei que o tempo anda curto e uma lista longa causa uma certa ansiedade nos leitores). Lendo um desses por mês, sem muito esforço, garanto que você terá aumentado de forma considerável o tamanho da sua caixa de ferramentas literária – e será uma pessoa com um repertório muito mais interessante em 2017.


reserva_livro_homem_03

1. ON THE ROAD – Jack Kerouac

Desde que saiu, em 1957, “On the road” encantou com as histórias reais de Kerouac sobre dois amigos acumulando experiências em viagens de mochileiros, cruzando estradas americanas e mexicanas de carona ou em carros de quinta mão. O despertar foi tão grande que a noção de que liberdade é rasgar a Rota 66 virou um clichê de filmes e comerciais de TV. As rodovias mudaram, os mochileiros também e a inocência do próprio Kerouac é irrecuperável. Mas segue atemporal o princípio sugerido pelo livro: buscar a vida por aí em vez de esperá-la empacotada, sentado em um sofá.


reserva_livro_homem_04

2. NA NATUREZA SELVAGEM – Jon Krakauer

Por que um cara de família rica chuta tudo para o alto, some do mapa, troca de nome, roda de cidade em cidade encarando subempregos temporários? E por que ele vai parar nas regiões mais desertas do congelado Alasca, sobrevivendo apenas do que a natureza lhe oferecia, até morrer faminto e ferido? Se os humanos apenas seguissem roteiros pré-determinados, seria inconcebível alguém fazer isso. Mas a coragem que o americano Chris McCandless teve de embarcar nessa aventura é um enigma que nos desafia. E que o jornalista John Krakauer procurou explicar nessa obra. Ele também fez outro bom livro com aventureiros radicais: “No ar rarefeito”, reportagem sobre alpinistas.


reserva_livro_homem_01

3. A LUTA Norman Mailer

Uma vitória – esportiva ou não – requer superação, inteligência e jogo de cintura. E o grande escritor Mailer se dedicou a contar como Muhammad Ali usou tudo isso para recuperar o título mundial dos pesos-pesados na histórica luta contra George Foreman no Zaire (atual Congo) em 1974. Contra os que temiam que ele apanhasse tanto a ponto de sair morto do ringue, o veterano Ali montou uma estratégia para minar a força bruta do oponente até nocauteá-lo no momento certo. Uma lição que vai muito além do boxe.


reserva_livro_homem_08

4. O CORAÇÃO DAS TREVAS – Joseph Conrad

“O horror, o horror”. A frase-chave do relato sobre a busca a um colonizador europeu supostamente enlouquecido que sumiu no meio da África. Uma aventura que nada explica, apenas sugere. E forma um enigma que merece o esforço para ser entendido. Porque a vida também não é fácil de decifrar.


reserva_livro_homem_02

5. TRÓPICO DE CÂNCER Henry Miller

“Faça qualquer coisa, mas que produza alegria. Faça qualquer coisa, mas que cause êxtase”, recomenda o narrador. E, nessa obra tudo isso vem com o sexo.


reserva_livro_homem_05

6. FEBRE DE BOLA – Nick Hornby

Não importa qual o seu time. Nada retrata melhor a relação dos homens com o futebol que esse livro do inglês Hornby, em que ele revê suas décadas de relacionamento profundo com o Arsenal de Londres. As felicidades das vitórias, a frustração quando o time está em fase ruim, a tristeza das grandes derrotas, a empolgação do torcedor adolescente, o amadurecimento do torcedor adulto.


reserva_livro_homem_09

7. A MULHER DO PRÓXIMO – Gay Talese

A liberação sexual que conhecemos hoje explodiu nos anos 70. E um jornalista de primeira entrou de cabeça no que rolava na época para montar um quadro minucioso das práticas sexuais que ainda estavam longe da grande mídia e do radar dos moralistas.


reserva_livro_homem_06

8. KIND OF BLUE – A HISTÓRIA DA OBRA-PRIMA DE MILES DAVIS Ashley Kahn

Gênio do jazz, Miles Davis nunca se acomodou. Odiava repetir o que já fizera antes. E enriqueceu seu talento com informações de várias áreas. Por exemplo, pinturas tradicionais japonesas ajudaram-no a fazer seu melhor disco, como conta esse livro. Miles mostra que é fundamental não ser bitolado para alcançar a excelência no que se faz.


reserva_livro_homem_10

9. A METAMORFOSE – Franz Kafka

Se você nunca parou para pensar no que faria se, de um dia para o outro, sua vida mudasse radicalmente, as entrelinhas de “A Metamorfose” vão lhe despertar perguntas.


reserva_livro_homem_07

10. A MÚSICA DO ACASO – Paul Auster

Por mais que se façam planos, nosso destino depende da sorte e do azar inesperados. O nova-iorquino Auster mergulha nisso colocando seu personagem em um jogo de pôquer infindável que acaba transformando seus participantes em escravos com regras que mudam constantemente e impedem que dívidas sejam liquidadas.


reserva_banner_1p5p


 QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?

[contact-form-7 404 "Not Found"]