Homem viaja 2 mil quilômetros para prestar homenagem às vítimas de Orlando

Fala galera!

Verdade seja dita, é na hora mais escura que podemos ver nitidamente as estrelas – assim na terra, como no céu. Depois da tragédia em Orlando que lançou o mundo a uma escuridão profunda de dor e medo, pontos de luz foram avistados e sentidos em diferentes partes do globo.

Nos Estados Unidos, viu-se até uma estrela cadente: Greg Zanis, um americano de 65 anos que viajou mais de 2 mil quilômetros para fazer o amor brilhar novamente na cidade da Flórida.

Comovido com os acontecimentos, Zanis fez 49 cruzes brancas de madeira – uma para cada vítima, e as levou pessoalmente até a entrada do centro médico onde estavam os feridos. Cada uma das cruzes trazia o nome de uma vítima, um grande coração vermelho no centro e uma caneta na base, para que outras pessoas pudessem escrever ali suas mensagens. Todas as cruzes foram feitas com madeiras doadas, em um intervalo de poucas horas, segundo o próprio americano.

reserva_post_rony_06072016_01

Foto: Reprodução YouTube

reserva_post_rony_06072016_02

Foto: Gettyimages

Zanis compartilha as dores dos familiares e amigos: anos atrás, ele também perdeu o sogro em uma tragédia envolvendo arma de fogo.

Apesar do ocorrido, o americano garante que sua homenagem nada tem a ver com experiências passadas, mas com o presente e o futuro da sociedade. À NBC Miami, Zanis disse que trata-se de levar uma mensagem de amor: “ame os seus irmãos, os seus vizinhos. Não os julguem”.

Isso nos mostra que, por sorte, muitos americanos preferem pontes aos muros.

Beijo,
Rony Meisler


 QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?

[contact-form-7 404 "Not Found"]