Do ataque à defesa: Yao Ming é escudo de causas ambientais

Fala galera,

Com quase 2,3m de comprimento, o ex-astro da NBA Yao Ming é alto por natureza, mas escolheu ser grande por vontade própria.

Nas quadras, o atleta se dividia entre a seleção chinesa de basquete e o time Houston Rockets, nos Estados Unidos, mas há anos ele não precisa quicar bola nenhuma pra marcar pontos com a gente — e com o mundo.

Aposentado desde 2011, o atleta ainda estava no auge de sua carreira quando emprestou seu nome a uma campanha internacional promovida pela WildAid durante as Olimpíadas de 2008, incentivando países asiáticos a deixarem de lado iguarias como a sopa de barbatana de tubarão, que mata anualmente milhões de animais.

reserva_post_rony_07072016_01

Foto: Divulgação/WildAid Shangai Event

Sob o slogan “se a compra parar, os assassinatos param também”, o projeto foi tão bem sucedido que o comércio de barbatana de tubarão em Hong Kong despencou de 22 milhões de libras em 2011 para 11 milhões de libras em 2015.

Inicialmente, a WildAid pensava em divulgar a campanha apenas na China, mas a resposta positiva levou a mensagem para a Malásia, Cingapura, Taiwan e outros países da região.

Yao Ming não parou por aí: recentemente participou do documentário “Saving Africa’s Giants”, sobre como o tráfico de marfim tem dizimado os elefantes e rinoncerontes da região.

reserva_post_rony_07072016_02

Foto: Divulgação

É, minha gente, o gigante chinês não para de crescer – que sorte a nossa!

Beijo,
Rony Meisler


 QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?

[contact-form-7 404 "Not Found"]