Indonésio cria sacola que se dissolve na água e bebe um copo cheio para provar

Fala galera,

Haja saco pra tanto plástico. E não adianta apenas proibir as sacolinhas dos mercados e colocar as garrafas no lixo reciclável — porque medida paliativa só alivia a consciência, mas não resolve essa questão tão urgente.

Por sorte nem todo mundo se contenta com soluções “meia boca” e se dedicam a encontrar algo que, de fato, resolva o problema. Um desses heróis modernos é o indonésio Kevin Kumala, o cara que descobriu um jeito de tornar as sacolinhas plásticas realmente biodegradáveis, a ponto de tomar um copo com pedaços dela para provar a segurança de sua invenção.

Embora tenha a mesma estética e consistência das sacolas convencionais, a criação de Kumala é feito de amido de mandioca.

Kevin conta que seu maior sonho é uma sociedade livre de plásticos que dependam do petróleo e mais responsável perante o meio ambiente.

Ah, e para quem acha que a sacola se desintegraria na chuva, vale lembrar que a decomposição do material (que é bastante resistente, diga-se de passagem) só acontece com água morna.

Essa está longe de ser a primeira e última invenção ecofrindly de Kumala, que é CEO da AVANI, uma empresa que comercializa alternativas ecológicas para bares restaurantes e hotéis. Canudinho de papel e lancheira de fibra de cana-de-açúcar são alguns dos best-sellers da companhia. Tomara que logo possamos ter por aqui no Brasil essas opções “verdes”.

Beijo,

Rony Meisler

QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)