A música mais feliz do mundo, de acordo com a ciência

Fala galera,

Não sei bem se a gente aprende ou se a gente já nasce sabendo do poder da música, mas a grande verdade é que a gente escolhe algumas faixas de acordo com o nosso humor — e há sempre aquelas canções que mudam completamente o nosso estado de espírito.

Bem, acontece que a ciência resolveu apurar melhor essa sabedoria social a fim de descobrir a música mais “alegre” do mundo, e o resultado não poderia ser mais certeiro: Don’t Stop Me Now, do Queens.

Quem valida a pesquisa é o neurocirurgião jacob Jolij, que analisou 126 faixas de um período de 50 anos. Com a coletânea em mãos, Jolij aplicou teses em cerca de 2 mil pessoas e elaborou uma seleção menor.

A vencedora é aquela que faziam os batimentos cardíacos aumentarem mais depressa — e bem, difícil competir com Freddie Mercury nesse quesito, né?

Na opinião do neurocirurgião, a música tem esse efeito “excitante” para o cérebro por conta da combinação certeira de letra e batida. Agora, cá entre nós, nem é preciso ser pesquisador para saber que essa união aí é história e viciante — e faz um bem danado pro coração!

Beijo,

Rony Meisler

QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)