Marcelo Ebert, da YVY Brasil: inovação em todas as frentes

Um estudo recente do MIT mostrou que o momento em que os empreendedores estão mais prontos para criar uma empresa de sucesso é depois dos 40 anos – preferencialmente quando já tenham trabalhado no mesmo ramo de negócio. Nessa idade, já têm maturidade emocional, experiência de vida e bagagem profissional para se lançarem. É assim a trajetória de Marcelo Ebert, 43 anos, o carioca que veio para São Paulo trabalhar em um banco há mais de uma década, fez carreira na área financeira, cursou MBA em Kellog, virou sócio do ex-chefe em um mercado desconhecido para ele e, nesse ano, fundou uma startup para chamar de sua, a YVY Brasil, uma empresa de produtos de limpeza livres de petroquímicos, com ingredientes naturais – e que são vendidos por assinatura. A empresa já tem assinantes em 36 cidades brasileiras, concentradas principalmente nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. “No Brasil, limpeza doméstica ou industrial é um mercado de R$ 23 bilhões, o quarto do mundo”, diz Marcelo.

A YVY nasceu no início de 2018, mas desde 2011 o empresário está à frente da Terpenoil, a fabricante dos produtos e que, até então, era fornecedora de grandes hospitais, como o Sírio-Libanês, em São Paulo, ou empresas de médio e grande porte. “As pessoas viam os limpadores ou o sabão no clube, na empresa ou no hospital, e nos ligavam para saber como comprar. Aí percebemos que havia uma demanda no varejo por limpeza natural, sem derivados de petróleo, cloro, fosfato. E que não causassem alergias”, conta. A partir daí, ele e o sócio, José Luiz Majolo, passaram a pensar em como migrar para a venda direta ao consumidor. E a história dessa transição Marcelo conta aqui.

Fotos: Thays Bittar/Reserva

Inovar em várias frentes

“A gente queria inovar em vários aspectos, não apenas nos ingredientes. Há uma demanda cada vez maior no mercado por produtos ‘verdes’, que não poluem o ambiente, não causem alergias e não façam mal para crianças e animais. Tínhamos o produto, mas a gente sabia que não adiantava colocar na gôndola do mercado, ao lado de grandes fabricantes que estão no mercado há décadas e têm preço mais baixo. Então, resolvemos vender online e por assinatura. Comprar produto de limpeza é chato, as pessoas querem ir ao mercado para comprar queijos, cerveja, sorvete. Não sabão em pó! Então a gente tirou esse peso e economizamos tempo para nosso consumidor. No primeiro pedido, ele recebe as embalagens com o borrifador que vai usar sempre, trocando apenas as cápsulas, que são entregues mensalmente. Temos limpador multiuso, para banheiros, sabão para roupas e desengordurante.”

Logística é cara? Repense!

“90% do que há dentro dos produtos de limpeza líquidos é água. Para quê transportar essa embalagem – pesada porque é cheia de água – por quilômetros até chegar ao consumidor? Por isso a gente entrega a cápsula com produto concentrado e o cliente acrescenta a água. Isso significa que nosso preço não vai incluir esse transporte desnecessário e podemos oferecer algo mais barato do que a concorrência.”

Não deixe pontas soltas

“Nossa proposta é um produto de limpeza natural, que oferece um cuidado com a casa, com as pessoas e com o meio ambiente. Então a gente não podia descuidar do resto. Vamos economizar em logística oferecendo a embalagem em cápsulas, mas o consumidor pode nos enviar as cápsulas usadas, que são feitas em PET e, portanto, recicláveis. Quando acumular uma certa quantidade, a gente envia um código para que ele mande por correio. E a gente dá o destino certo para que sejam recicladas.”

 

Varejo exige relacionamento

“A produção não muda, mas o relacionamento com o cliente do varejo é completamente diferente. Esses dias, uma cliente mandou uma email para o SAC dizendo que não compraria novamente pois o uso de plástico era enorme. Então pesei as embalagens de um sabão líquido e de um amaciante (pois nosso produto para roupas engloba os dois) e mostrei para ela que usávamos menos da metade do plástico para a mesma quantidade de produto. Fiz questão de responder e assinar eu mesmo o email, para mostrar que estamos atentos a tudo e queremos deixar nossos clientes informados, ter uma relação de transparência.”

 

Invista na marca

“Sabemos que um produto inovador precisa de uma imagem inovadora também. Então fomos procurar grandes agências para trabalhar nossa marca. Claro que não tínhamos uma verba alta para isso, mas essas empresas compraram a ideia e quiseram ligar seu nome a esse produto. Conseguimos uma embalagem incrível (as cápsulas são encaixadas no borrifador, que é sempre o mesmo), uma marca linda, algo que nem esperávamos. Não era para o nosso bico, mas a gente ganhou parceiros quando mostramos o que estávamos fazendo.”

 

 

– INSPIRE-SE NO ESTILO DO MARCELO

Camisa Flame
Calça Casual Iron

 

QUER SER AVISADO SOBRE NOSSOS PRÓXIMOS POSTS?